Posted By Massashi
Configurando NTFS através do Repositório EPEL CentOS 7

Recentemente, ao terminar de instalar o CentOS , percebi que não havia o reconhecimento NTFS. E percebi que no repositório padrão, não havia o pacote ntfs-3g.
Procedimentos

Abra o terminal, torne-se root com comando:

su

Execute o seguinte comando, como usuário root no shell, para habilitar o repositório EPEL:

# yum install epel-release

Instale o pacote ntfs-3g através do comando abaixo;

# yum install ntfs-3g

Feito isso, através do navegador de arquivos (Dolphin), você já pode acessar a partição NTFS desejada, pois geralmente, ela deve ser montada automaticamente ao ser acessada pelo navegador de arquivos.

Para montar manualmente

Para visualizar qual partição deve ser montada, utilize o comando abaixo:

# fdisk -l

Crie o caminho desejado para local onde a partição será montada. No comando abaixo, fica um exemplo:

# mkdir /media/hd-externo

Para montar a partição NTFS:

# mount -t ntfs-3g /dev/sdb1 /media/hd-externo

Onde:

  • Partição NTFS
  • /dev/sdb1

O caminho onde será montada a partição NTFS, para acesso posteriormente: /media/hd-externo

Montagem automática durante o boot

Para configurar a montagem automática durante o boot:

Antes de iniciar, vamos utilizar o comando abaixo para fazer backup do fstab:

# cp /etc/fstab /etc/fstab.original

Execute o comando abaixo, para visualizar a partição NTFS:

# blkid

Vamos utilizar o nano como editor e abrir o arquivo de configuração com o comando:

# nano /etc/fstab

Para montar a partição, vamos inserir na ultima linha do fstab, os valores de acordo com a saída do seu comando blkid :

Abaixo, vamos entender cada valor do blkid,

  [Partição (UUID) ]  [Montagem]  [Tipo]  [Parâmetros]  [Restauração e Backup]  [Checagem e Correção]
UUID="333EB1909EB146E2" /media/hd-externo       ntfs-3g defaults        0 0

Após inserir os dados no fstab corretamente, pressione no teclado:

  • Ctrl+o para salvar;
  • Ctrl+x para sair.

Você pode reiniciar e conferir, ou simplesmente usar o comando abaixo:

# mount -a

NOTA: comandos acima usados como root.

É isso aí!
Até a próxima.

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *